PDC Homepage

Home » Products » Purchase

Phenomenology 2005

Volume 2, Issue Part 1, 2007

Selected Essays from Latin America Part 1

Penha Regina V.L. Araújo, Florence Romijn Tocantins
Pages 33-52
DOI: 10.7761/9789738863309_1

Necessidades Assistenciais de Mulheres Gestantes na Consulta de Enfermagem

This investigation has as aim to understand, in the light of the lived experiences, which are the women health care needs when seeking for Nursing Consultation. It was opted for the phenomenological approach of Alfred Schutz’s Phenomenological Sociology through an interview with the following guiding question: “What do you have in mind when you come for the prenatal Nursing Consultation?” The comprehensive analysis of the 10 (ten) clients’ statements allowed building up the typical action of a pregnant woman who is demanding the Nursing Consultation: she needs to communicate with the health professional to know about her pregnancy and her baby. This study showed that dialogical conversation must be the starting point for a Nursing Consultation to be fully accomplished. Through dialogue, the clients indicate their “action project”, which can be understood as being their felt needs.The fulfillment of the needs of the female clients who seeks the prenatal Nursing Consultation should be directly linked to their way of life and to their care expectations. These include values, habits and customs, befitting the nurse with an open attitude in relation to the situations experienced by that group. The nurse should establish a relationship in which the scientific knowledge and the health care protocols are interlinked with the client’s knowledge of life, because only by doing so will she manage to provide the kind of care more orientated towards the client as a subject-person. Esta investigação tem como objetivo, compreender, à luz das experiências vividas pela mulher, o que as leva a procurar a Consulta de Enfermagem. Para alcançar este objetivo foi feita a opção pela abordagem fenomenológica da Sociologia Compreensiva de Alfred Schutz, sendo realizada uma entrevista com a seguinte questão orientadora: “O que você tem em vista quando vem para a consulta de Enfermagem em pré-natal?” A análise compreensiva dos depoimentos de 10 (dez) clientes permitiu a construção do típico da ação da gestante que demanda a Consulta de Enfermagem: ela tem necessidade de uma comunicação com o profi ssional de saúde, através da conversa, para saber sobre a gravidez e sobre o neném. O estudo mostrou que a conversa, o diólogo, é o ponto de partida para a realização de uma Consulta de Enfermagem, pois, através do diálogo, as clientes indicam seus projetos de ação, que podem ser entendidos como sendo suas necessidades sentidas. O atendimento das necessidades da cliente mulher que procura a Consulta de Enfermagem em pré-natal deve estar diretamente ligado às suas expectativas e ao seu modo de vida, o que inclui valores, hábitos e costumes, cabendo à enfermeira posicionar-se de forma aberta em relação as situações vivenciadas pelas pessoas. A enfermeira deve estabelecer uma relação em que os conhecimentos científicos e os protocolos dos cuidados de saúde devem estar interligados aos conhecimentos de vida da cliente, pois só assim poderá realmente estar prestando uma assistência mais voltada para a cliente como sujeito-pessoa.

Usage and Metrics
PDC